segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Impressionismo - Contextualização histórica e influências

20 - Fevereiro - 2014
Sumário: Impressionismo - Contextualização histórica e influências
.......................................................................................
A segunda metade do século XIX foi um período de progresso e desenvolvimento para a construção de uma sociedade Europeia moderna. A expansão dos caminhos de ferro permitiu uma circulação exponencial de pessoas e bens, criando uma rede ímpar até à data. Paralelamente, o aparecimento da luz eléctrica, telefone e motor de explosão transformaram profundamente a sociedade.
A diversificação industrial e a produção em série alteraram economicamente a sociedade, existiu uma explosão demográfica constituindo cidades populosas favoráveis ao desenvolvimento dos transportes e das comunicações, nomeadamente o telégrafo, telefone e rádio.
Os hábitos sociais alteraram-se substancialmente com a iluminação dos espaços públicos mais nobres das cidades, os jardins, parques, cafés, salões, cabarés e teatros.
A sociedade transforma-se progressivamente e acelera o ritmo que vive, a cultura acompanha essa mudança, as grandes exposições mundiais passaram a ser regulares em Londres e Paris, deste modo França e Inglaterra consolidam-se como as grandes potências industriais. E em França com a queda da Monarquia dando lugar à III República e ao Segundo Império de Napoleão III (1852-1870), Paris evidencia-se como o centro cultural de excelência para o aparecimento dos grandes movimentos literários e artísticos capazes de se implementarem no resto do mundo.
O Impressionismo surge assim em Paris reflexo do ócio e lazer quotidiano que se vivia, era algo absolutamente novo, os impressionistas interessam-se assim pelo momento, pela captação da sensação que o instante provoca. 
Este novo modo de pensar conseguiu romper com a percepção do mundo e das suas realidades.

Influências do Impressionismo

Tal como todos os movimentos artísticos o Impressionismo captou influências e tendências. A invenção da fotografia foi o grande acontecimento que impulsionou o Impressionismo e rompeu com o Realismo.
Outra grande influência foi a arte gráfica oriental presente na Exposição Internacional de Londres em 1862, esta influência trouxe a concepção livre da forma, a aplicação de cores puras e claras, a linearidade do desenho e as temáticas populares, esta influência é denominada como "Japonesismo" e contribuiu para a queda dos cânones tradicionais da representação.
O legado de Constable, de Turner, da Escola de Barbizon e de Courbet influencia o Impressionismo. 


Berthe Morisot, Manet
Fonte:  http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/fd/Edouard_Manet_040.jpg


Na praia, Manet
Fonte:http://4.bp.blogspot.com/-mS72NqnRMQQ/T5bnAWo616I/AAAAAAAAA8A/kx38xgEYbOw/s1600/edouard_manet_on_the_beach.jpg


O Monte Fuji com tempo claro, Katsushika Hokusai
Fonte:http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/5/57/Red_Fuji_southern_wind_clear_morning.jpg/220px-Red_Fuji_southern_wind_clear_morning.jpg


O atelier da Rua de la Condamine, Fréderic Bazille
Fonte:http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/2/25/Fr%C3%A9d%C3%A9ric_Bazille_-_L'Atelier_de_la_rue_de_la_Condamine.jpg

Sem comentários:

Enviar um comentário